Lúpus Discóide

O Lúpus Discóide do couro cabeludo (LED) também produz uma alopecia cicatricial, mais frequentemente nas mulheres. No início pode ser parecido com o líquen plano pilar (LPP), porém evolui com acometimento da pele do couro cabeludo levando a atrofia, descamação e alteração da coloração da região acometida.

 

Se a doença for identificada no início pode ser reversível e evoluir sem cicatriz. Por isso é importante o diagnóstico e tratamento precoces pelo médico dermatologista especialista (tricologista).

 

Diagnóstico

Para confirmar o Lúpus Discóide do couro cabeludo (LED) o médico dermatologista especialista - tricologista faz exames clínicos, exames dos fios e a tricoscopia. Frequentemente a biópsia do couro cabeludo é necessária para a confirmação diagnóstica e avaliação da atividade da doença.

 

Tratamento

O objetivo do tratamento do Lúpus Discóide do couro cabeludo (LED) é evitar a morte de mais cabelos, por isto, o mais importante é o reconhecimento precoce da doença pelo médico dermatologista especialista - tricologista. Podem ser necessários medicamentos tópicos e sistêmicos em alguns casos, em outros, injeção de medicamento direto no local acometido é preferido.

22_edited.jpg
17.Esquemademiniaturizaçãofios.png
17.Esquemademiniaturizaçãofios.png