TRANSPLANTE CAPILAR MASCULINO

iStock-538768418.jpg

Na consulta médica, com o diagnóstico definido, médico e paciente decidem juntos qual técnica é mais indicada, quais áreas devem ser restauradas e quando realizar o transplante capilar.

Como é feito o Procedimento?

O procedimento de transplante capilar é realizado em centro cirúrgico e consiste na transferência de folículos pilosos de uma área doadora para a área calva, utilizando o cabelo do próprio paciente.

A cirurgia é feita em 3 etapas: Os folículos são retirados da região doadora. Após a retirada, os folículos são divididos, por uma equipe especializada, em finas unidades foliculares, contendo de um a quatro fios de cabelo cada.

 

Simultaneamente ao preparo, outro grupo de médicos assistentes, juntamente com o cirurgião, implanta as unidades foliculares na área calva.

 

O procedimento é feito com anestesia local, associada a uma leve sedação para maior conforto do paciente. O anestesista acompanha o paciente durante toda cirurgia.

Implantação

Nas cirurgias de transplante capilar realizadas pelo Centro Integrado de Transplante Capilar, são utilizados instrumentais chamados "implanters" que minimizam o contato do cirurgião com o fio a ser transplantado e facilitam uma maior pega das unidades foliculares.

 

Além disso, é essencial que o médico tenha olhar artístico para reproduzir o aspecto mais legítimo do cabelo. É um trabalho técnico, artesanal e delicado que recria todos os aspectos natos do cabelo do paciente: direção e angulação dos fios, variações de densidade e volume e, sobretudo, uma distribuição natural do cabelo.

Duração

A duração varia entre 4 e 10 horas, conforme a extensão da área a ser transplantada. O procedimento é considerado demorado pois cada ‘fio’ (unidade folicular) é ‘plantado’ individualmente, motivo pelo qual o médico consegue reproduzir a formação natural do cabelo, recriando ângulos inclinados, redemoinhos e diferenças na densidade de acordo com cada região.

Resultados

O volume final não depende apenas do número total de fios transplantados, mas também do tamanho da área calva e características de coloração e calibre do fio. Quanto mais grosso for o calibre do fio, uma menor densidade será necessária para criar o volume. 

 

Já o cabelo fino torna necessária uma maior quantidade de unidades foliculares, visto que o volume criado por cada fio é menor.

 

Em torno de 14 dias após a cirurgia, os pelos transplantados caem. Porém, as raízes dos cabelos permanecem implantados na profundidade do couro cabeludo. Logo, darão início ao seu processo de crescimento natural atingindo, em torno de 3 a 4 meses, a superfície do couro cabeludo.

 

Após esse período, os fios crescem em média 1 cm ao mês e somente após 9 a 10 meses é que se tem o resultado final.

 

Em casos de calvícies extensas, nem sempre um procedimento é suficiente para alcançar os efeitos satisfatórios. Nestas situações, etapas cirúrgicas subsequentes farão parte do planejamento pré-operatório. Se necessárias, novas cirurgias podem ser realizadas em um prazo de 9 a 12 meses após a primeira.

 

O aspecto final do cabelo é bastante natural, o que justifica a procura cada vez maior por esse tipo de procedimento.

Quer Marcar uma consulta? Escolha a unidade mais próxima de você.